Highslide for Wordpress Plugin

Gabinete do Prefeito

9 de dezembro de 2013

EXTREMA É A MELHOR CIDADE MINEIRA PARA SE VIVER

Pesquisa da Fundação João Pinheiro confirma o alto desenvolvimento da cidade

m_IMG_3086O Índice Mineiro de Responsabilidade Social (IMRS), ano base 2010, foi apresentado pela Fundação João Pinheiro (FJP), e revelou Extrema como a melhor cidade mineira para se viver.

O índice é calculado a cada dois anos pelo Centro de Pesquisas Aplicadas da Fundação, com abrangência de todos os municípios mineiros, de modo a fornecer aos gestores públicos e à sociedade subsídios para a elaboração e a avaliação das políticas públicas e para a alocação de recursos financeiros, materiais e humanos.

Extrema foi a cidade que obteve a melhor posição entre os 853 municípios de Minas Gerais. Na sequência do ranking, estão Congonhas, Brumadinho, Barão de Cocais, Ouro Preto, Belo Horizonte e Catas Altas (região Central), Formiga (Centro-Oeste), Nova Lima (Central) e São João Batista do Glória (Sul de Minas).

O Índice é um importante instrumento de gestão, especialmente para os governos municipais para que a gestão pública possa ser feita de forma segura, com base em informações objetivas, comparáveis e estratégicas. É fundamental que cada município tenha conhecimento desses números, avalie e compreenda os resultados e, a partir daí, proponha melhorias nas áreas que necessitam de investimento.

Além do Índice, o estudo disponibiliza cerca de 400 indicadores que contemplam as dimensões saúde, educação, segurança pública, assistência social, saneamento/meio ambiente/habitação, cultura, esporte /turismo/lazer, renda/ emprego e finanças municipais.

O Índice Mineiro de Responsabilidade Social é importante pela quantidade de referências que compõem sua base de dados. O extenso volume de informações permite que os usuários compreendam as nove dimensões a partir de diversos pontos de vistas.

A escolha dos indicadores que compõem o IMRS tomou por base, principalmente, as prioridades de programas e políticas públicas.

Ranking

A classificação de Extrema em primeiro lugar geral no IMRS 2010 reflete o desempenho relativo favorável do município nas dimensões renda, saúde e cultura.

Ocupantes das três primeiras posições no ranking geral, Extrema, Congonhas e Brumadinho também aparecem nas melhores posições no recorte para cidades que têm entre 20 mil e 50 mil habitantes. Entre os municípios com até 20 mil moradores, os que se destacam são Catas Altas, São João Batista do Glória e Itanhandu.

1º – Extrema

2º – Congonhas

3º – Brumadinho

4º – Barão de Cocais

5º – Ouro Preto

6º – Belo Horizonte

7º – Catas Altas

8º – Formiga

9º – Nova Lima

10º – São João Batista do Glória