Highslide for Wordpress Plugin

Desenvolvimento Econômico

2 de maio de 2018

No Dia do Trabalho Extrema lidera a criação de empregos em toda região

Município tem o melhor saldo no Sul de Minas e Região Bragantina

Os números do Ministério do Trabalho mostram que a economia de Extrema já consolidou sua recuperação, seguida de outras cidades na região. Minas Gerais encerrou março com mais um saldo positivo na geração de empregos formais.

Pelo 3º mês consecutivo, o Estado, assim como o País, registrou superávit na geração de vagas, chegando a 14.149 novos postos de trabalho. Na mesma época do ano passado, Minas havia registrado déficit de seis postos de trabalho.

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho e Emprego. De acordo com o levantamento, na análise mensal, os setores que mais contribuíram para o desempenho positivo em Minas Gerais foram, pela ordem, serviços, indústria da transformação e construção civil.

Na outra ponta, o comércio foi o setor que mais fechou vagas, seguido por serviços industriais de utilização pública. Somente a atividade de serviços gerou 5.716 novas vagas de trabalho.

 

Indústria lidera os novos empregos em Extrema

 

Para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Empreendedorismo de Extrema, os números do município mostram a retomada da indústria que no primeiro trimestre criou 690 novas vagas de trabalho, seguido do setor de Serviços com 167 novas vagas, enquanto o Comércio fechou 118 postos de trabalho. É importante lembrar que o começo de ano é um período de baixas vendas no Comércio, que tende a melhorar com a chegada do frio.

Entre as cidades do Sul de Minas e Região Bragantina, Extrema lidera o ranking do trimestre:

1º – Extrema: 745

2º – Pouso Alegre: 690

3º – Bragança Paulista: 393

4º – Atibaia: 235