Highslide for Wordpress Plugin

Turismo

10 de agosto de 2018

Empreendedores recebem informações sobre Fundo Geral do Turismo

O Conselho Municipal de Turismo e a Secretaria de Turismo, por meio da Divisão de Empreendedorismo, promoveram, nesta quinta-feira (9), a palestra “Como fazer seu projeto turístico sem precisar investir o seu recurso”. Durante o encontro, foi apresentado o Fundo Geral do Turismo (Fungetur) aos empreendedores de Extrema e de outros municípios do circuito Serras Verdes, como Camanducaia (Monte Verde), Itapeva e Munhoz. O objetivo do encontro foi mostrar as formas de buscar fontes de financiamentos ao setor privado, consolidando o turismo no município e na região. Os participantes foram convidados a contribuir com um quilo de alimento. Os itens, que totalizaram cerca de 50kg, foram doados ao Asilo São Vicente de Paulo.

Fungetur

Recentemente o Governo Federal, por meio do Ministério do Turismo, reativou o Fungetur, com o objetivo de financiar projetos da iniciativa privada. os financiamentos têm prazo de amortização de até 20 anos, com até cinco anos de carência. Os juros são a partir de 5% ao ano, somado o INPC.

Criado em 1971 para financiar empreendimentos, obras e serviços de interesse para o desenvolvimento do turismo nacional, o Fungetur estava sob a gestão da Embratur até 2003, quando o Ministério do Turismo foi criado. Entre os empreendimentos que contaram com o apoio do fundo estão meios de hospedagem renomados no cenário nacional como o Hotel Tropical, em Manaus, e o Copacabana Palace, no Rio de Janeiro.

Nos últimos quatro anos, no entanto, os recursos destinados para o Fungetur não foram captados pelo mercado. No estado, o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) é a instituição credenciada para operar o novo Fungetur.